Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018

O Outro Lado Dos Gatos

Em diversas culturas da Antiguidade, em especial nas culturas orientais, o gato era considerado um guardião das almas dos mortos, detentor dos mistérios da vida e da morte, um condutor que as levava até o outro lado.
Sob esta perspectiva, o gato era adorado como divindade, e reverenciado como animal de grande poder místico."O gato imortal existe, em algum mundo intermediário entre a vida e a morte, observando e esperando, passivo até o momento em que o espírito humano se torna livre. Então, e somente então, ele irá liderar a alma até seu repouso final."

Esta visão manteve-se até os dias de hoje. Na mente de muitas pessoas, o gato ainda é um animal misterioso, quase sagrado, de uma visão além do normal e uma percepção aguçada.
Diz-se mesmo que teria poderes paranormais, que saberia muito mais dos segredos da vida do que nós.
Qualquer pessoa que tenha tido a chance de conviver com um gato percebe facilmente que boa parte dessas características parece mesmo ser verdadeira.
Os gatos …

Controle De Mente?

Antes de começar a explicar o projetoMK-Ultra da CIA, temos que entender o porque desse projeto, que teve seu inicio por causa do combate de ideologia entre a Russia e os Estados Unidos Da América. 
 No inicio do século xx, ouve o ''combate'' do comunismo Russo contra o Capitalismo Americano, através de propagandas, eles queriam mostrar que um era melhor que o outro, os Russos queriam impor para as pessoas que seu método poderia ser o melhor. Porém a maneira mais fácil de se fazer isso era controlando a mente das pessoas, (e eles não se importavam com qual seria o método que iriam utilizar para conseguir realizar esse controle mental) porque assim eles podiam colocar na cabeças do povo que o comunismo era ótimo.
  Bom, ouve 3 coisas que aconteceram, que fez com que o projeto MK-ultra surgisse.
 A primeira foi o Processo de  Moscou, esse caso ficou conhecido pois conseguiram arrancar ''confissões'' dos acusados, até ai tudo bem, mas o incrível foi que fiz…